Entrevista com a designer de bouquets Verónica Teixeira

Tive o enorme prazer de entrevistar Verónica Teixeira criadora da Veronica Teixeira Bridal Bouquets.

Esta artista, é uma contadora de histórias através de bouquets artesanais, construídos pétala a pétala. Em cada pormenor, deposita toda a sua sensibilidade e paixão pelo que faz. A Verónica “sente” a história de cada casal de noivos e transmite-a em cada criação sua. Esta, é sem dúvida uma fornecedora que trabalha de coração e alma para realizar os sonhos das noivas.

Se estão noivas e ainda não decidiram se querem ramo natural ou artístico, não deixem de ler esta entrevista entusiasmante que vos pode esclarecer. Se já decidiram que pretendem ramo artístico, acabaram de encontrar a pessoa certa para construir o ramo dos vossos sonhos.

Nome: Verónica Teixeira

Profissão: Designer de Bouquets

Ano de Início de actividade: 2013

1. Com se tornou designer de ramos de noiva? E o que a fez se especializar em ramos de noiva sem serem feitos de flores naturais?

R: Este projecto veio ao meu encontro, não foi uma escolha planeada. Sou designer de Produto, mas tinha o meu emprego num escritório, numa área totalmente distinta (Logística) e nos meus tempos livres fazia algumas peças de artesanato para me divertir. Tudo começou num Natal em que decidi criar os meus próprios enfeites para a minha árvore. Mostrei a algumas amigas e quando dei por mim, estava a vender e a fazer peças personalizadas! Depois da época natalícia, as pessoas continuaram a contactar-me para pedir outro tipo de artigos (para baptizados, dia dos Namorados, aniversários). Foi assim que surgiram pequenos bouquets com flores feitas em feltro. Já entusiasmada com este possível projecto, decidi participar numa feira de artesanato…foi um fiasco, mas aconteceu algo que me despertou. Todas as pessoas que passavam só se interessavam pelos bouquets!

Por coincidência, alguns dias depois decidi fazer uns arrumos e descobri o meu bouquet de noiva guardado numa caixinha. Era um bouquet de flores naturais, já murcho, mas que eu guardava com todo o carinho por ser especial. A ligação foi imediata! E se eu melhorasse o nível de sofisticação dos bouquets, de modo a ser digno de uma noiva? Assim perdurariam a sua beleza ao longo do tempo e ainda poderiam contar histórias! Desta forma começou um longo período de pesquisas e experiências. Foi necessário começar a dominar diferentes técnicas: bordados, costura, arte floral; saber mais sobre moda e estar mais atenta às tendências. Depois, tudo o que teria de fazer era juntar estes conhecimentos ao processo de desenvolvimento de um produto, que já era a minha área de formação.

2. Pode contar como foi o início da Veronica Teixeira Bridal Bouquets?

R: Após algum tempo a criar bouquets de noiva, chegamos a dezembro de 2014. Nessa altura surge uma pergunta “E o meu bouquet, como seria?”

Para contar a minha história, apenas faria sentido se ele tivesse os motivos dos lenços de Namorados. A minha cara metade é de Vila Verde, foi aqui que nos conhecemos e namoramos. É então criada uma primeira versão do Bouquet Namorar Portugal, sendo a ideia apresentada ao Municipio de Vila Verde, que de imediato abraçou o projecto e me integrou na marca Namorar Portugal. O bouquet foi apresentado na Gala de Encerramento do Mês do Romance e o sucesso foi imediato! Todos queriam saber qual a marca que estava por detrás daquele bouquet. É assim que surge oficialmente Verónica Teixeira – Bridal Bouquets, em Abril de 2015.

 3. Quais os principais desafios que encontrou até hoje?

O principal desafio é a sincronização perfeita com os sonhos das nossas noivinhas. É necessário escuta-las com muita atenção, porque para tornar os seus desejos realidade temos desafios técnicos, conceptuais, sociais e culturais para superar todos os dias! Se a marca atingiu o nível de sofisticação que tem hoje, deve-se em grande parte às nossas noivinhas. Os seus sonhos têm alimentado e feito crescer a marca.

 4. Quais as suas inspirações na criação destes ramos artísticos artesanais?

A essência da noiva. O bouquet é como se fosse o seu próprio retrato, a que juntamos a sua história de amor e muitas vezes um vislumbre do seu futuro. O bouquet é a menina que ela foi, a princesa que é no dia do seu casamento e a mulher que quer ser daí em diante.

 5. Que materiais costuma utilizar na criação dos ramos de noiva?

A criatividade é o limite…Rendas, bordados, tecidos, peças de família, jóias de autor desenhadas especialmente para elas! Os detalhes são decididos caso a caso, em conjunto com a noiva. A sua personalidade e o seu orçamento são o ponto de partida.

 6. Quais os benefícios dos ramos artísticos, em relação aos ramos de flores naturais? E quais os factores que a noiva deve ter em conta nesta escolha? 

– Perdurará a sua beleza ao longo do tempo;

– É óptimo para quem é alérgico a flores;

– Não está sujeita à sazonalidade das flores naturais (se tiver preferência por alguma poderá não ser a época dela, poderá ter fraca qualidade, ou ser muito cara)

– Transforma-se numa peça de decoração e de valor simbólico para a família;

– Poderá usá-lo na comemoração das bodas (juntamente com as jóias, será a única peça que conseguirá voltar a usar);

-Já conseguirá ver-se totalmente de noiva na última prova do vestido o que lhe dará bastante segurança e conforto;

-No próprio dia do casamento não há surpresas. Já sabe como é bouquet, que ficou exactamente como pediu, e que está perfeitamente adequado ao seu corpo e vestido, o que fará com que se sinta muito confiante na hora de entrar na igreja, para além do factor wow que provocará nos convidados;

-Após a cerimónia, damos apoio pós-venda, caso seja necessária alguma limpeza ou um outro tipo de manutenção.

7. Quais as principais tendências nos ramos de noiva?

A melhor palavra para descrever as tendências nos ramos de noiva é “liberdade”!  Actualmente as noivas são cada vez mais descontraídas, prendem-se cada vez menos a convenções e valorizam as opções que as fazem mais felizes. Os bouquets são o espelho disso mesmo. Tanto temos bouquets redondos como assimétricos, são misturadas flores e folhagens campestres com flores clássicas e sofisticadas. A palavra de ordem é personalizar, todas as combinações são possíveis!

8. Que conselhos dá à noiva na escolha do tipo de ramo e cores utilizadas? O que se deve ter em consideração?

Acima de tudo o bouquet deve reflectir a personalidade da noiva e estar perfeitamente harmonizado com os restantes elementos do look. A nossa prioridade quando uma noiva nos contacta, é sensibiliza-la para o facto de que o seu visual é composto pelo vestido, sapatos, bouquet, jóias, headpiece, véu, makeup e penteado. Quando estão a escolher cada um destes elementos devem ter em consideração todos os outros. Eles formam um todo que é o que as outras pessoas vão percepcionar. Se algum elemento não estiver harmonizado, vai ficar a sensação de que algo não está bem, mesmo que não saibam o que é. Por este motivo, a criação do bouquet é acompanhado por este serviço de acessoria. Aos desejos da noiva juntamos a inspiração da festa, temos em conta o seu biótipo (para que o bouquet seja proporcional à sua estatura, ao seu tom de pele e cabelo), é muito importante o corte, tecidos e tons do vestido de noiva. O bouquet deve complementar o vestido, nunca tirar-lhe protagonismo.

9. Como definiria um bouquet de luxo?

Quando pensamos em luxo, a primeira tendência é visualizarmos um bouquet a custar milhares de euros, repleto de ouro e pedras preciosas, certo? Não. Na minha opinião, ter um bouquet de luxo não custa um único euro. A primeira característica que define um bouquet de luxo é algo que está dentro da noiva…atitude! Conseguir decidir o que quer e fazer prevalecer a sua vontade sobre as muitas opiniões que lhe são dadas, é um verdadeiro luxo! Depois, a sua Vontade deve aliar-se a um bom sentido estético, materiais de qualidade exclusiva e uma concepção perfeita, para que o resultado final seja um bouquet elegante e único! Porque “Vista-se mal e notarão o vestido. Vista-se bem e notarão a mulher!” citação de Coco Chanel

 10. Para que famosa gostaria de fazer um ramo?

Para Coco Chanel, a sua história de vida é deslumbrante!

11. Quem quiser contratar os seus serviços deve fazê-lo com quanto tempo de antecedência?

Até 4 meses antes do casamento será o mais aconselhável, de modo a garantir disponibilidade de agenda.

 12. E porque neste blog se fala de sonhos, qual o seu maior “sonho” profissional a longo prazo?

Estes bouquets são criados para se tornarem preciosas peças de família. Não há palavras para descrever a emoção que vejo nos olhos das nossas noivas quando os recebem, é algo que se sente, não se explica. Por isso, o meu sonho para daqui a muitos anos, é voltar a recebê-las no atelier, com os seus bouquets, para os preparar para as suas bodas ou (mais emocionante ainda!) para personaliza-los para o casamento de uma filha delas e assim começar uma tradição. Seria este o meu legado profissional.

Se quiser conhecer mais pormenores do trabalho da Verónica Teixeira Bridal Bouquets  aceda aos links abaixo:

Site: http://www.veronicateixeira.pt/

Facebook:https://www.facebook.com/veronicateixeira.bouquets/

 

You may also like

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *